Perspetivas de comprador

Relatórios Provinciais: Onde é que os compradores internacionais estão a comprar?

Os últimos relatórios das províncias dão-nos uma imagem interessante das regiões que, neste preciso momento, são populares em termos de vendas internacionais. Ao compreender onde os compradores estrangeiros estão a optar por comprar, poderá adaptar a sua estratégia para ter a certeza de atrair esses investidores internacionais.Relatórios Provinciais: Onde é que os compradores internacionais estão a comprar?

Que províncias estão a assistir às maiores vendas de imóveis?

Os dados do 2.º Trimestre de 2018 mostram-nos que Madrid alcançou o maior total de vendas face ao ano anterior, seguida de Barcelona e com Valência, a terceira maior cidade de Espanha, a ocupar o quinto lugar na lista. Isto pode simplesmente ser indicativo de um grande ‘stock’ de imóveis, mas sugere que o investimento nas áreas adjacentes às grandes cidades ainda seja uma perspetiva popular.

As Baleares e Las Palmas são as únicas ilhas a aparecerem nas 10 primeiras províncias pelo total de vendas de casas e, ano após ano, as vendas caíram em ambas 20% e 1%, respetivamente. Vale notar que as vendas em Barcelona caíram 10% no mesmo período, enquanto as áreas menores da cidade de Múrcia (+ 26% Período Homólogo), Sevilha (+ 18% Período Homólogo) e Alicante (+ 17% Período Homólogo) assistiram a um bom crescimento nas suas vendas.

Poderá isto sugerir que os compradores procurem gastar o seu dinheiro com mais sabedoria, evitando os preços elevados dos imóveis e os custos de vida das ilhas (os preços de Maiorca subiram 16,2% nos últimos 12 meses) e das grandes cidades a favor de áreas onde possam obter mais pelo seu Euro?

Onde é que os investidores internacionais estão a comprar?

Os nossos números das vendas provinciais do 2.º Trimestre de 2018 dão-nos uma indicação das províncias que têm a maior participação no mercado internacional. Ao olharmos para as áreas que aumentaram ou caíram desde o ano passado, podemos começar a ver as tendências de popularidade das várias regiões.

No topo em termos de quota de mercado externo, com um aumento nas vendas de 17% ano a ano, está Alicante, mesmo a sul de Valência, na Costa Blanca. Aqui, pouco menos de metade (48%) das vendas durante o período foram para os compradores internacionais. Esta é uma área que permanece sempre popular graças às suas comunidades de expatriados e clima quente e ensolarado.

Previsivelmente, as ilhas de Tenerife, Las Palmas e as Baleares aparecem nos 5 primeiros em termos de popularidade internacional. Porém, o que pode ser uma surpresa é que todas elas registaram uma queda nas vendas desde meados de 2017. Tenerife caiu 15%, as Baleares tiveram a maior queda nos 20% e Las Palmas caiu 1%. Esta é uma tendência que já vimos durante algum tempo e, embora não esperemos que os nossos compradores internacionais percam o seu amor pelas ilhas tão cedo, há certamente outras oportunidades a encontrar nos imóveis do continente que ofereçam acesso ao mar, comodidades e atividades de lazer por uma fração do custo.

Quando se trata de quota de mercado internacional, as maiores subidas são ambas na costa leste do continente – Castellón (41%), ao norte de Valência e Múrcia (26%), ligeiramente no interior em direção ao sul do país.

Quão popular é a sua província para os compradores estrangeiros?

Analisámos os dados para revelarmos as dez primeiras províncias para uma variedade de nacionalidades com base nos dados dos visitantes e pedidos de informação através da Kyero e foram estes os resultados:

Dez primeiras para os britânicos: Alicante, Málaga, Múrcia, Valência, Granada, Almeria, Maiorca, Tenerife, Grã Canária, Tarragona

Dez primeiras para os holandeses: Alicante, Málaga, Valência, Múrcia, Granada, Almeria, Ibiza, Grã Canária, Maiorca, Girona

Dez primeiras para os franceses: Alicante, Málaga, Valência, Girona, Múrcia, Almeria, Granada, Tarragona, Faro, Maiorca

Dez primeiras para os alemães: Maiorca, Alicante, Málaga, Grã Canária, Tenerife, Valência, Múrcia, Almeria, Granada, Fuerteventura

Dez primeiras para os belgas: Alicante, Málaga, Múrcia, Tenerife, Almeria, Valência, Granada, Grã Canária, Tarragona, Girona

Dez primeiras para os suecos: Alicante, Málaga, Maiorca, Grã Canária, Múrcia, Granada, Valência, Almeria, Tenerife, Barcelona

Dez primeiras para os americanos: Alicante, Málaga, Valência, Múrcia, Granada, Barcelona, Almeria, Maiorca, Girona, Tenerife

Existem muitas semelhanças entre as preferências das diferentes nacionalidades. A popularidade de Alicante é muito grande em termos de interesse dos internacionais de toda a Europa e América, como as províncias continentais de Málaga, Valência, Almeria e Múrcia, que também aparecem em todas as listas. Embora Maiorca seja geralmente popular, são apenas os compradores relativamente afluentes da Alemanha e Suécia que a veem colocada perto do topo da lista. Talvez devido à sua própria ausência de litoral, os alemães geralmente parecem atraídos pelas ilhas, enquanto os suecos são a única nacionalidade para a qual Barcelona aparece entre as dez primeiras.

Isto pode ser indicativo da tendência que captámos anteriormente de uma geração mais jovem de europeus do norte ser atraída pelos centros culturais das cidades espanholas.

O que deve fazer agora?

A importância dos compradores internacionais no mercado espanhol da habitação é evidente e a deslocação dos compradores estrangeiros das grandes cidades caras e ilhas de preço elevado para os subúrbios e urbanizações menores não deve ser menosprezada. Considere as áreas que destacámos como populares junto dos compradores internacionais e planeie a forma como pode adaptar a sua estratégia de ‘marketing’ para atrair um novo mercado.

Para obter mais informações sobre como trabalhar com os compradores internacionais, veja a nossa série ‘Tudo o que precisa de saber sobre…’, que começou com Tudo o que precisa de saber sobre os compradores alemães

Leave a Reply